Banda Pompéia faz show de estreia no palco do Teatro Viradalata, em São Paulo

349882_840308_pompeia_02___por_debora_branco
No dia 21 de novembro, quarta-feira, a Banda Pompéia fará o primeiro show de sua história, no palco do Teatro Viradalata, em São Paulo.

Formada há pouco mais de um ano, a banda é a reunião de Robledo Silva, Tiago Pallone, Vinícius Sampaio e Adelino Costa, que nesse show apresentarão seu rock transitando por vários terrenos, do folk ao metal, traduzindo seus sentimentos e sensações em canções cheias de contrastes.

349882_840311_pompeia_035___por_carmen_fernandes

Em maio desse ano lançaram o primeiro single, “Dona de Si”, em agosto foi a vez de “Profeta do Apocalipse”, que estarão no repertório do show ao lado de canções ainda não lançadas pela Pompéia, como a balada folk “A Musa”.

A banda também apresentará músicas da época que se nomeavam Laboratório ID, entre elas “Into The Light”, “Ao Altar de Aristóteles”, “My Car” e “Eu Amo Glenn Miller e Sextas Feiras”.

Entre os covers, releituras como “Dancing Queen”, do Abba, e “Save a Prayer”, do Duran Duran, além de “Marte em Capricórnio”, canção do Capital Inicial, composta por Dinho Ouro Preto em parceria com o tecladista, Robledo.

 

Sobre a banda

349882_840309_pompeia_01_1x1___por_debora_branco

Quem passa pela Pompéia, bairro da zona oeste de São Paulo, eventualmente pode desfrutar de alguns acordes soando longe. Dentre esses acordes, a Pompéia virou nome de banda. Uma homenagem pra tanta música boa que já saiu das casas geminadas do bairro. A história da Pompéia, a banda, começou a ser desenhada quando Robledo Silva, cantor, tecladista e morador da Pompéia, o bairro, conheceu o baixista de São Carlos, Tiago Pallone, durante o vestibular. Foram aprovados e cursaram juntos música na UNICAMP.

Alguns anos mais tarde conheceram Vinícius Sampaio, guitarrista e compositor. Pouco tempo depois, o baterista Adelino Costa, natural de Uberlândia, Minas Gerais, chamava a atenção na universidade pela forma enérgica e carismática de tocar o instrumento, foi convidado a se juntar ao grupo. Em 2006, já tinham músicas lançadas e tocavam juntos como “Laboratório ID”. Com o tempo, as agendas dos quatro músicos se distanciaram. Robledo, tecladista do Capital Inicial, tinha shows e ensaios durante toda a semana. Tiago e Adelino estavam acompanhando a banda de Sandy e Adelino havia começado a tocar também com Tiago Abravanel. Vinícius foi o que mais segurou a onda, mas não teve jeito e a banda fez uma pausa em 2009.

 

Screenshot_2018-11-06-21-06-24-1

Foi no segundo semestre do ano passado que os destinos se cruzaram novamente. Unindo seus recursos, os músicos gravam novas canções, desenvolvidas em parcerias ao longo da carreira.

A Pompéia agora é também o cenário onde o trabalho amadurece e o som ganha nova forma. Se desconstrói e reconta suas histórias através de um groove consistente e recitado num flow popular. Pompéia é pop e quer marcar cada lugar por onde passar.

 

Serviço:

Quando: 21 de novembro de 2018

Horário: 21h

Ingressos: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia-entrada)

Classificação Etária: 14 anos

Venda online: http://www.ingressorapido.com.br

Teatro Viradalata

Rua Apinajés, 1387 – Perdizes – São Paulo – SP
Tel. : (11) 3868-2535

 

Fotos: Carmen Fernandes e Debora Branco

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s