Categorias
Teatro

Grace Gianoukas e o Projeto Terça Insana fazem apresentação exclusiva na programação online do Teatro J. Safra

O espetáculo comemora 18 anos de trajetória com apresentação transmitida para todo o Brasil a partir das instalações do Teatro.

Cópia de Grace Gianoukas - Preguiça 3 - Foto Caroline BrasilPreguiça, personagem de Grace Gianoukas, que já vivia em quarentena antes mesmo da pandemia . Foto de Bianca Tatamiya

O espetáculo Terça Insana eternizado pelo talento de Grace Gianoukas, vem ao palco do Teatro J. Safra, espaço dedicado à curadoria de qualidade na cidade de São Paulo, no dia 8 de agosto, sábado às 21h. Agora, com a proposta de programação on-line do espaço, o aclamado espetáculo humorístico, que comemora 18 anos de trajetória em 2020 faz única apresentação em tempo real, diretamente do palco do Teatro para a casa do espectador. E nessa apresentação, o Terça Insana recebe a ilustre participação de Silvetty Montilla, uma das drag queens mais famosas do Brasil.

Cópia de Silvetty Montilla_Edson Lopes JrSilvetty Montilla faz participação especial no Terça Insana. Foto: Cris Fusco

Grace, apesar da pandemia, comemora o momento. Além do espetáculo, Grace participa de reprise da novela “Haja Coração”, que sucederá Totalmente Demais no horário das 19h, na Rede Globo, agora em agosto. Grace também compõe o elenco de “Salve-se Quem Puder”, na qual interpreta a personagem a Ermelinda, folhetim global que teve gravações interrompidas por conta da pandemia.

“É uma oportunidade diferente e única de se apresentar o Terça Insana no teatro e ao mesmo tempo disponibilizá-lo na TV (ou no celular, no tablet, onde o público quiser ver).É mais um desafio para nós que já nos tornamos especialistas em experimentar diferentes formatos e maneiras de nos relacionarmos com o nosso público”, fala a atriz que se prepara para a apresentação com transmissão disponível para o mundo inteiro. “Estava confinada em meu isolamento, após o cancelamento dos shows comemorativos dos 18 anos da Terça Insana, quando surgiram os convites inusitados. Aceitei de imediato”, fala a talentosa atriz.

O Teatro J. Safra optou por oferecer espetáculos que serão encenados em suas dependências e transmitidos ao vivo pela plataforma online da Eventin. As atrações serão ao vivo, transmitidas diretamente das dependências do teatro.

O Projeto Terça Insana foi criado e dirigido por Grace Gianoukas. A inquietação é sua essência, e desde 2001, o espetáculo se reinventa com muito bom humor e originalidade, apresentando personagens e textos que ao espelharem a sociedade fazem chorar…de rir! Para esta apresentação, Grace Gianoukas Promete seu olhar aguçado, e engraçado, sobre a insanidades do isolamento social.


Cenas do espetáculo

Ao palco, ela levará a sua personagem Preguiça, que já vive há muitos anos em quarentena, resultado de sua preguiça do convívio social. Na cena inédita fundamentalismo, Grace abordará a polarização do mundo atual, incluindo diferentes visões a respeito da pandemia. Para esse show inédito, Grace tira do isolamento,  os atores  Darwin Demarch e Agnes Zuliani.

Agnes Zuliani interpretará a sua clássica TPM  com um tempero a mais:  “de TPM e isolada socialmente”. Já Darwin Demarch interpretará a sua icônica funkeira Sheila, que sonha em casar, mas que está com muitas dificuldades de arranjar pretendentes em tempos de isolamento social.

À esquerda, a Funkeira Sheila (Darwin Demarch); à direita cena TPM Agnes Zuliani.


Sobre Teatro J. Safra

Inaugurado em julho de 2014, o Teatro J. Safra, referência como casa de espetáculo no país, traz em sua programação uma grande variedade de estilos artísticos, como shows, peças, dança, circo, ópera, teatro infantil, humor, música erudita e recitais. Com curadoria do ator Maurício Machado e do diretor Eduardo Figueiredo, o teatro prioriza o ineditismo dos espetáculos em São Paulo e traz para a cidade apresentações exclusivas com alta qualidade artística. Para acompanhar a programação, acesse http://www.teatrojsafra.com.br/.


Ficha Técnica:

Autoria e Direção Geral:  Grace Gianoukas

Elenco: Grace Gianoukas, Darwin Demarch e Agnes Zuliani

Participação especial: Silvetty Montilla

Produção e realização: Ventilador de Talentos


Serviço:

Terça Insana

Quando: 8 de agosto de 2020

Horário: Sábado, às 21h

Ingressos: R$ 25,00 (preço único)

Vendas pelo site www.teatrojsafra.com.br

Como adquirir ingressos:

Acesse o site www.teatrojsafra.com.br

1- Escolha, no nosso site o espetáculo que você quer assistir

2- Compre seu ticket eletrônico pelo próprio site e receba um link de acesso

3- Acesse a live pelo seu computador, tablet ou celular no horário

Duração: 80 min

Classificação Indicativa: 16 anos

Fotos: Divulgação

Categorias
Teatro

Três espetáculos online para crianças e adolescentes compõem o projeto “Me Ajuda a Olhar”, idealizado pela Equipe Flávia Garrafa

Temas como a pressão do cotidiano, a crise com o corpo  e a repulsa causados pelo medo e as relações familiares e sociais em tempos de pandemia são abordados nas peças de 2 a 23 de agosto pelo Zoom. Após todas as apresentações acontece um bate-papo com o elenco e direção.

untitled-1

A atriz e dramaturga Flávia Garrafa e seu irmão Pedro Garrafa são sócios na Equipe Flávia Garrafa, referência em teatro educação no Brasil. Com a pandemia, sentiram a necessidade de inovar e inventar. Assim deram o start no projeto “Me Ajuda a Olhar, composto por três espetáculos online e criados e ensaiados durante a quarentena, que são apresentados no mês de agosto pelo Zoom: a reestreia de Acorda, Gabi! e a estreia de dois novos trabalhos, Já Pra Cama, Theo! e Se Enxerga, Alice!.

Me Ajuda a Olhar nasceu da ideia (de Flávia Garrafa e Kuka Annunciato) de levar ao público trabalhos teatrais feitos pelo elenco da Equipe e sobre temas que são constantes no universo dos alunos. O Trabalho, que era para ser realizado no presencial, devido a pandemia , foi desenvolvido a partir da experiência de suas aulas online de teatro em 2020. Os espetáculos são voltados para o público infantil e jovem e os temas permeiam a pressão do cotidiano, a crise com o corpo e o fascínio e a repulsa causados pelo medo e as relações familiares e sociais em tempos de pandemia.

Captura de Tela 2020-07-20 às 17.15.49“A ideia do teatro online veio da vontade de provarmos para nós mesmos que seria possível continuar fazendo teatro das nossas casas e assim mostrar para os nossos alunos que não existem barreiras para fazer arte. Basta ter iniciativa e criatividade. Entendemos, então, que não só o teatro online é possível, como ele também pode ser usado como respiro e ferramenta de discussões saudáveis para o âmbito escolar. As cenas online, assim como no teatro presencial, são feitas ao vivo. Portanto tudo o que o público vai ver, estará acontecendo naquele exato momento e dessa maneira o teatro continuará com seu frescor. O teatro feito de maneira virtual nos oferece outras opções que não tínhamos no presencial como, por exemplo, inserir um vídeo no meio da peça que tenha conexão com a linguagem utilizada nela”, explicam Flávia e Pedro.


ACORDA GABI foto 10
Acorda, Gabi! – Dias 02, 09, 16 e 23/08 às 18h30

Indicado para crianças a partir de 10 anos

R$ 25

40 minutos

A Gabi explodiu!

Também, pudera… Tanta pressão!

O terceiro ano de ensino médio, a pandemia, a preocupação com seu corpo, a pressão para fazer as coisas, as provas, as aulas online, a tristeza batendo à porta, a opinião dos outros. Tudo isso foi demais pra ela! Agora, explodida e espalhada aos pedacinhos, Gabi precisa se juntar de novo para voltar a ser quem ela era. Mas será que isso é possível?


Ficha Técnica:

Texto e Direção: Pedro Garrafa e Flávia Garrafa

Elenco: Beatriz Baulhouth, Flávia Garrafa, Francisco Godinho, Julia Bentes, Julia Freire, Kuka Annunciato, Kauê Monzillo, Natália Viviani e Pauline Mingroni

Direção Audiovisual, Trilha Sonora e Coordenação Técnica: Cassio Rotschild e Rafael Cabral

Operação de Som e Vídeo: Maria Helena Chira

Programação Visual: Natalia Viviani

Produção: Adriana Moreno Sanchez e Equipe Flávia Garrafa.


Já pra cama, Theo9
Já Pra Cama, Theo!

Dias 02, 09, 16 e 23 às 15h30
Indicado para crianças a partir de 3 anos

R$ 25

35 minutos

Quem nunca encontrou um monstro embaixo da cama? Theo é um menino de 5 anos que adora histórias apavorantes. Adora, mas morre de medo! Como se não bastasse ter que lidar com a sua fértil imaginação, as conversas de adultos que não pode participar, o nascimento da sua irmãzinha, para completar, apareceu um zumbi que diz ser o dono do seu quarto. Agora, Theo terá de enfrentá-lo para ter seu quarto de volta e o pavor não engoli-lo de vez. Para isso, ele vai precisar entender de onde vem os seus medos e como dominá-los. Será que alguém pode ajudar o Theo?

Apostando em cenas lúdicas e mergulhando no universo dos rabiscos infantis, a Equipe Flavia Garrafa traz a tona uma questão importante na vida das crianças (e de todos nós): o medo.


Ficha Técnica:

Texto: Pedro Garrafa

Direção: Pedro Garrafa

Direção de Vídeo: Cassio Rotchildl

Elenco: Kuka Annunciato, Maria Helena Chira e Natália Viviani

Participação em Vídeo: Flavia Garrafa

Produção: Equipe Flavia Garrafa


Se enxerga, Alice8 Se Enxerga, Alice!

Dias 07, 14, 21 e 28 de agosto às 19h

Indicado para crianças a partir de 8 anos

R$ 25

30 minutos

Alice não aguenta mais se olhar no espelho, ela está em guerra com o seu reflexo. Um dia, ao gravar um vídeo no celular, ela não aguenta de raiva e manda sua imagem embora para sempre. O problema é que agora ela vai ter que lidar com as imagens que ela criou, que não são nada generosas com ela.

Alice acaba entrando em uma caminho perigoso do mundo da estética, onde ela não sabe mais quem ela é realmente e quem ela está criando para se auto sabotar. Será que a verdadeira imagem da Alice vai voltar?

Ou será que o que ela inventou vai tomar conta do que ela vê no espelho? A partir de uma linguagem de cartoon/teatro online, a Equipe Flavia Garrafa aposta no ritmo e no humor para lidar com uma questão importante na vida de nossos jovens: a auto imagem.


Ficha Técnica:

Texto: Kuka Annunciato

Direção: Flávia Garrafa

Direção de Vídeo: Cassio Rotchildl

Elenco: Cassio Rotschild, Kuka Annunciato e Maria Helena Chira

Produção: Equipe Flavia Garrafa


Sobre a Equipe Flávia Garrafa

A Equipe Flávia Garrafa acredita no teatro como ferramenta de autoconhecimento, desenvolvimento pessoal, potencializador de talentos e catalizador de transformações sociais. Amparada entre psicologia, pedagogia e arte, a Equipe foi fundada por Flávia Garrafa, que tem 27 anos de experiência no ensino de teatro para jovens e se tornou uma referência neste ramo de atividade. Atriz, psicóloga, diretora e dramaturga, Flávia já participou de diversas novelas, séries e filmes e tem mais de 25 peças de sucesso na capital paulista. Flávia ainda conta com o seu irmão e sócio Pedro Garrafa, dramaturgo e diretor teatral que nos últimos 15 anos vem se dedicando ao ensino do teatro para jovens e à produção de espetáculos profissionais que em sua maioria são voltados ao mesmo público. Ganhador do Prêmio São Paulo (FEMSA) de Teatro Infantil e Juvenil como Melhor Texto e Melhor Espetáculo de 2015, por O ALVO, espetáculo de grande sucesso de público e crítica, Pedro ainda assinou no último ano o texto e a direção do espetáculo NOMO, ganhador do prêmio APCA de melhor espetáculo para jovens. A dupla, junto com uma equipe de professores e também atores vem, há 27 anos, ministrando cursos de teatro para as mais diversas faixas etárias, com um método exclusivo de trabalho. Seja nos cursos dentro das instituições de ensino, ou cursos livres para jovens e adultos, a Equipe tem como foco o bem-estar e o desenvolvimento saudável de corpo e da mente dos seus participantes.

Fotos: Lila Batista e Divulgação

Categorias
Teatro

Espetáculo juvenil “In [Cubo], de Tábata Makowski, estreia em plataforma virtual protagonizado pela youtuber e influenciadora digital Bia Herrero

História real de superação e conscientização inspirou a criação da personagem central. O projeto foi selecionado no edital do ProAC 2019 e é voltado ao público adolescente; estreia dia 25 de julho e será transmitido pelo Canal do YouTube de Bia Herrero.

image005

De 25 de julho a 30 de agosto, o público terá a oportunidade de saber mais a respeito de um tema que é comum aos jovens e que nem sempre é tratado com o cuidado que merece. Passado, presente, futuro, escola, quarto, redes sociais, momentos turbulentos, descobertas transformadoras, sofrimentos profundos e risadas sem motivo se alternam e se fundem nesta peça; assim como acontece na vida dos adolescentes, assim como acontece no coração de Ana; de 13 anos, que sofre bullying por ter nariz grande. O espetáculo, com temática voltada para o público juvenil, é direcionado principalmente para jovens entre 12 e 15 anos, estendendo-se para adultos agregados por relação familiar ou escolar.

Bia Herrero, que integra o elenco e estreia no teatro, se tornou “influenciadora” após decidir que iria usar a Internet a favor de todos os jovens que sofrem discriminação, queria falar de bullying entre colegas de sua geração e seguidores interessados ou impactados pelo assunto. Bia tem uma história de superação, sofreu na pele por não se enquadrar nos padrões de beleza convencionais e ainda sofre porque agora faz sucesso e todos querem achar algo para classificá-la como politicamente incorreta; mas sua vontade combativa sempre a faz persistir e experimentar o novo. Por isso, escolheu o teatro como nova ferramenta para mostrar que existem caminhos para fazer o que acredita.

Foi do encontro entre Bia e a produtora Catarsis (É Tudo Família! inspirado no livro infantil alemão de Alexandra Maxeiner e Anke Kuhl. O espetáculo com direção de Kiko Marques, venceu o Prêmio APCA 2018 de melhor espetáculo de teatro para o público infantil com texto adaptado; venceu o Prêmio São Paulo de Incentivo ao Teatro Infantil e Jovem 2018 nas categorias: melhor espetáculo infantil e melhor texto adaptado; ficou entre os finalistas do Prêmio Aplauso Brasil 2018 como melhor espetáculo infantojuvenil; foi eleito como melhor espetáculo infantil da temporada 2018 pelo Jornal O Estado de São Paulo e classificado com quatro estrelas pela Revista Veja SP e pelo jornal Folha de São Paulo) instalada em Itupeva que nasceu o espetáculo.

Em janeiro de 2019 foi realizada uma pesquisa com 62 jovens entre 12 e 15 anos, em cinco encontros para falar a respeito desses hábitos, costumes, anseios e aspirações. “A partir desta “escuta”, explodiu no grupo que forma a Catarsis a vontade de provocar essa geração criando um trabalho para o público juvenil; um trabalho expressivo e complexo que comova o jovem espectador, que o instigue a buscar sentido para o mundo e que permita o acesso aos seus instintos criativos, estimulando-o a lançar um novo olhar ao universo cotidiano que o cerca”, diz o diretor da peça Marcelo Peroni.

image004

“A questão do bullying entre adolescentes nos parece emergente e necessita ser discutida.”

Segundo o 10º Anuário de Segurança Pública de 2016, o Estado de São Paulo é o estado brasileiro onde o maior número de adolescentes e jovens das escolas públicas e privadas disse ter sofrido ou praticado bullying. Ainda segundo a pesquisa 9% dos jovens entrevistados diz ser vítima de bullying sempre, enquanto 44,8% diz ter sofrido bullying pelo menos uma vez. Diante desses números e entendendo o teatro como o lugar que põe no centro das discussões temas potentes e atuais e como uma arte que pode ajudar a compreender melhor o presente para ser capaz de se colocar criticamente na sociedade, acreditamos ser de extrema importância a realização deste espetáculo”, complementa Peroni.

Em modo online, numa transmissão ao vivo e com um turbilhão de “stories”, mensagens, chamadas de vídeo; com muitas emoções contidas querendo explodir; com vontade de falar, gritar e sumir… Esta atmosfera permeia a encenação, o jogo cênico e a interação entre os atores e as atrizes.

Situações vividas no passado ou encontros que ainda não aconteceram, mas que guardam inúmeras possibilidades e aprendizado.

“Quebrar” a tela ou a quarta parede e fazer com que o público jovem sinta-se confidente da Ana em seu quarto é o principal foco deste trabalho.


Um quarto que se abre e que engole o mundo.

A Catarsis foi criada em 2013 com o intuito de fomentar e difundir as linguagens artísticas através da criação e/ou produção de espetáculos de teatro, dança, música, mostras, exposições e festivais que apresentem excelência e qualidade.

Desde então já produziu diversas temporadas de espetáculos adultos e infantis de outros grupos teatrais.

Em 2015, na Itália, realizou residência artística com foco no teatro para crianças com o Principio Attivo Teatro, ocasião em que tomou contato com a 11ª Edição do Festival de Teatro para a Primeira Infância, “Visioni di Futuro, Visioni di Teatro”, na cidade de Bolonha, com a obra do diretor e autor teatral Roberto Frabetti e com a pesquisa do Grupo La Baracca – Testoni Ragazzi.

De volta ao Brasil e após quinze meses de pesquisa estreou em agosto de 2016 seu primeiro espetáculo de teatro autoral, Scaratuja, que segue apresentando-se em diversos espaços e cidades.

Em 2016 e 2018, elaborou e produziu as duas edições do festival Um Novo Olhar: Festival de Artes para Primeira Infância, realizado em parceria com o Sesc Jundiaí.

Ainda em 2018, viabilizou a produção do espetáculo para crianças É tudo família!, segundo espetáculo autoral do grupo, que estreou em 22 de julho no Sesc Jundiaí; cumpriu quatro temporadas na cidade de São Paulo, continua apresentando-se em festivais e em outros municípios brasileiros.

Pelo espetáculo É tudo família!, recebeu o Prêmio APCA de melhor espetáculo de teatro infantil com texto inédito e o Prêmio SP nas categorias melhor espetáculo infantil e melhor autoria de texto adaptado.

Desde maio de 2019, a Catarsis Produções é associada à da ASSITEJ Brasil, através do Centro Brasileiro de Teatro para a Infância e Juventude (CBTIJ) e em outubro do mesmo ano passou a integrar a rede internacional Small Size Network!

Iniciou 2020 cumprindo uma temporada simultânea com seus dois espetáculos autorais – Scaratuja e É tudo família! – no Teatro Cacilda Becker / SP, de 11/01 a 02/02/2020, aos sábados e domingos e, em seguida, o espetáculo Scaratuja cumpriu uma temporada de 08 a 16/02/2020, no Teatro Vivo / SP, também aos sábados e domingos.


Sinopse:

Ana é uma adolescente de 13 anos, que está em seu quarto, na noite antes do primeiro dia de aula, pensando em todas as vezes que o Felipe zoou do tamanho do nariz dela, em todas as risadas que os colegas deram por conta das zoadas do Felipe, na professora que quis ajudar, na Nina se tornando sua grande amiga, nos conselhos da Nonna e da Dona Filó, na roupa com que ela deve ir no primeiro dia de aula, no ano novo que está começando e deve ser diferente do anterior, nos colegas que estarão na sua classe, nas frases da mãe, nos consolos do pai, no jogo que ela inventou para fazer seus stories, nas muitas coisas que ela quer que não se repitam, nas outras tantas coisas que ela quer que aconteçam de novo…


Ficha Técnica:

Dramaturgia: Tábata Makowisk

Direção e Cenografia: Marcelo Peroni

Trilha Sonora: Yuri Righi

Música Original: Yuri Righi e Pedro Cavallaro

Intérpretes Música Original: Bia Herrero e Vladimir Camargo

Criação de Luz: Rodrigo Gatera

Figurinos: Vladimir Camargo

Elenco: Aline Volpi, Ana Paula Castro, Bia Herrero e Vladimir Camargo

Design Gráfico: Giovana Del Masso

Produção: Catarsis Arte para Infância e Juventude

Assessoria de Imprensa: Adriana Monteiro


Serviço:

Espetáculo juvenil “In [Cubo] virtual”

Temporada: 25 de julho a 30 de agosto de 2020

Horário: Sábados e Domingos, às 18h30

Ingressos: Grátis (projeto selecionado pelo ProAc Editais 2019)

Onde: A transmissão será feita pelo Canal do YouTube da influenciadora digital Bia Herrero.

Duração: 60 minutos (sessão + bate-papo).

Classificação: Livre.

* Após as sessões, abriremos um bate papo via chat entre o público e a equipe do espetáculo e teremos também a presença da psicóloga Giovana Martini Orsi.

Fotos: Divulgação

Categorias
Teatro

Festival Internacional Latino-Americano de Teatro da Bahia prorroga inscrições de espetáculos online e realiza primeira edição exclusivamente virtual

O Festival Internacional Latino-Americano de Teatro da Bahia – FilteBahia 2020 – TECNOVIVIO, está com inscrições abertas para propostas de espetáculos e apresentações interativas on-line. O prazo de inscrição se estende até o dia 25 de julho no site oficial do evento.

atlantico-mauricioserra

O Festival Internacional Latino-Americano de Teatro da BahiaFilteBahia TECNOVIVIO está com inscrições abertas para a edição 2020. Em sua 13º edição, a proposta desse ano é contemplar espetáculos inéditos em apresentações on-line. As inscrições vão até o dia 25 de julho e o festival está previsto para acontecer em setembro, por meio de plataformas digitais. Informações e formulário de inscrição pelo site http://www.filte.com.br

No dia 18 de julho, sábado, das 16h às 18h, parte da equipe de curadores do festival, Daniele Avila Small, Francis Wilker, Luis Alonso-Aude e Renata Berenstein, realizam uma live para conversar sobre o conceito da curadoria e falar da estrutura do regulamento.

espetaculo2

“Os criadores das artes cênicas vêm desenvolvendo, há muitas décadas, uma relação estreita com a tecnologia, inserindo o cinema, projeções, gravações, criando relações virtuais expostas nos espetáculos. Como realizadores do FilteBahia, impossibilitados de produzir um festival internacional presencial em função da pandemia da Covid 19, nos debruçamos sobre estes conceitos para fazer desse encontro um espaço virtual de experimentação, debate, discussões e um laboratório de pesquisas in loco”, afirma o diretor e curador Luis Alonso-Aude.

 


Serviço:

Festival Internacional Latino-Americano de Teatro da Bahia – FilteBahia 2020 – TECNOVIVIO

Encontro com a curadoria do FilteBahia TECNOVIVIO

Quando: 18 de julho de 2020, das 16h às 18h.

Ingressos: Gratuitos

Inscricões para o FilteBahia TECNOVIVIO: www.filte.com.br

Prazo das Inscrições: Até 25 de julho de 2020

Acesso à Transmissão: Sympla.com.br

Especificação Técnica: Baixar o aplicativo Zoom, preferencialmente no PC ou notebook. Também é possível assistir por tablet, celular ou emparelhamento com Smart TV.

Fotos: Maurício Serra/Divulgação

Categorias
Teatro

Elias Andreato estrela monólogo online inspirado na prosa e poesia do pitoresco Fernando Pessoa na plataforma digital do Sympla

O espetáculo “Pessoa”,  ambientado na obra “o Marinheiro”, de Fernando Pessoa, é considerada minimalista, provocatória e de vanguarda, o que permite conhecer um pouco mais sobre a inspiração do autor, revelando a intuição e a visão do que viria a ser a sua vida de artista, de tormento e de sofrimento.

Pessoa

Concebido por Elias Andreato, o roteiro do espetáculo Pessoa inventa um personagem, real em seu quarto, através da prosa e da poesia de Fernando Pessoa, do estado criativo do poeta e tem como centro O Marinheiro uma obra, minimalista, provocatória e verdadeiramente de vanguarda que nos dá a oportunidade de conhecer de onde vem a inspiração de Fernando Pessoa, que com 24 anos, escreveu em dois dias de outubro de 1913. Dizem que é em O Marinheiro que revela a sua intuição e a sua visão daquilo que viria a ser a sua vida de artista, de tormento e de sofrimento”. Acredita-se que o marinheiro descrito na obra seja o próprio Fernando Pessoa, concentrado na realidade e ação, no sonho de viver.

É na verdade a primeira criação dos seus três heterônimos criados pelo poeta português, Ricardo Reis, Álvaro de Campos e Alberto Caeiro, sendo estes últimos objeto da maior parte dos estudos sobre a sua vida e obra.

PESSOA passeia pelos escritos dos três heterônimos e pelos do próprio poeta que dá título à essa emocionante “experiência” que vocês terão oportunidade de assistir na plataforma virtual Sympla na interpretação de Elias Andreato.

 

107719083_307629040376127_4732459690550339033_n

Ficha Técnica:

Concepção e Interpretação: Elias Andreato

Trilha Sonora: Jonatan Harold

Fotos: Samantha Dalsoglio

Operador de Som: Eder Soares

Administração: Eduardo Cardoso

Assessoria de Comunicação: Beth Gallo.

Assessoria de Imprensa: Thais Peres

Agradecimento Especial: Andre Acioli

Produção: Selma Morente e Célia Forte (Morente Forte Produções Teatrais)


Serviço:

Pessoa – Concepção e interpretação Elias Andreato

Quando: 19 de julho de 2020

Horário: 18h

Ingressos: R$ 10,00 A R$ 50,00 – (Gratuitos e limitados aos primeiros espectadores)

Vendas Online e Acesso á Transmissão:  www.sympla.com.br/pessoa__906739

Especificação Técnica: Baixar o aplicativo Zoom, preferencialmente no PC ou notebook. Também é possível assistir por tablet, celular ou emparelhamento com Smart TV.

Duração: 50 minutos

Classificação Indicativa: 12 anos

*Parte da arrecadação será destinada ao Fundo Marlene Colé e APTR

Fotos: Samantha Dalsoglio